CIDADE

Pesquisa estima que 1,6 mil iguatuenses já têm anticorpos para Covid-19


Pesquisa realizada pelo Governo do Estado em parceria com o Instituto Opnus de Pesquisa, revela que 7,9 mil pessoas em Iguatu já tiveram contato com o novo coronavírus, a maioria com o agente infeccioso ainda ativo.

O estudo mostra também que mil e seiscentas pessoas desenvolveram anticorpos contra a covid-19, doença provocada pela infecção do coronavírus.

Para chegar a esses dados, os técnicos aplicaram testes em 700 pessoas e projetaram os resultados sobre a população total.

De acordo com  a secretária de Vigilância e Regulação da Secretaria Estadual da Saúde, Magda Almeida, esses números revelam que a chegada da epidemia em Iguatu ainda é recente, ou seja, as pessoas estão sendo infectadas agora, seus organismos não tiveram tempo nem de desenvolver anticorpos.

Além de Iguatu, a pesquisa também avaliou o município de Sobral, na região norte do Estado, e verificou que cerca de 24 mil pessoas podem já ter anticorpos da Covid-19. O vírus foi considerado ativo em 30,2 casos. 

Assim como em Fortaleza, onde revelou — na primeira fase — que 370 mil pessoas podem ter anticorpos para a Covid-19, a pesquisa terá mais duas etapas tanto em Iguatu quanto em Sobral. As pessoas testadas são escolhidas por sorteio e submetidas aos testes. Os participantes também respondem a um questionário para informar condições socioeconômicas, possíveis sintomas e medidas de prevenção. 

Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.