REGIONAL

Governo atualiza plano de contingência para combater uma possível segunda onda de Covid no Ceará


A Secretaria Estadual da Saúde lançou, nesta quarta-feira (9), uma nova versão do Plano de Contingência de combate à pandemia no Ceará. O documento traz recomendações técnicas para o enfrentamento de uma possível segunda onda da doença no Estado.

O plano está assinado pelo secretário da Saúde do estado, Dr. Cabeto. O texto destaca que é fundamental que as estruturas de Estado estejam preparadas e orientadas para o enfrentamento, do que outros países já vêm enfrentando e chamando de segunda onda.

Na prática, o documento estabelece como devem proceder a vigilância epidemiológica, sanitária, laboratorial e a imunização, atenção primária à saúde e as ações de comunicação e divulgação. 

O documento também destaca de que forma será aplicada a vacina nos grupos prioritários do Ceará, ou seja, tão logo esteja disponível, o imunizante será aplicado primeiramente em trabalhadores da saúde e pessoas com mais de 75 anos. Um total de 1.794.076 pessoas devem serão vacinados nos grupos prioritários. A meta é imunizar pelo menos 95% desse público. 

No Ceará serão necessárias 4.485.190 doses da vacina, considerando as duas aplicações do esquema de imunização. Na logística para a operacionalização da vacinação no Estado, o plano  menciona, dentre outros, a aquisição  de 147 câmaras refrigeradas de 200 e 300 litros que serão destinadas aos municípios com até 100 mil habitantes, e outros 22 refrigeradores de 400 litros que irão para cidades que têm  acima de 100 mil habitantes. 

Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.