NACIONAL

Fraudar auxílio emergencial pode dar 5 anos de cadeia


Dados divulgados pelo Tribunal de Contas da União, mostram que em 2020, cerca de 7 milhões de brasileiros receberam o auxílio emergencial de forma indevida, gerando um prejuízo de R$ 54 bilhões aos cofres públicos.

O saque indevido do auxílio pode ser considerado crime e gerar até cinco anos de prisão. Quem recebeu por engano e não devolver também pode ser enquadrado.

Em dezembro do ano passado, o governo federal chegou a cobrar a devolução do auxílio de 2,6 milhões de pessoas no país que receberam ilegalmente. Parte devolveu ainda em 2020, e outros terão de devolver o dinheiro, independentemente da quantia, no Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2021.


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.