OPINIAO

Observador Político: A conta um dia chega


A pandemia da Covid-19 tem causado estragos graves na economia do país. No Ceará a situação não é diferente e, por conta de decretos de isolamento social rígidos, com fechamento de setores do comércio e serviços, muitos empresários estão fechando as portas de seus empreendimentos.

Há casos até, em que, por conta da desaceleração do consumo, muitas fábricas estão tendo que buscar fórmulas para não demitir seus funcionários.

É o caso da Vulcabrás Azaleia, que tem uma fábrica no Ceará. A empresa fabrica diversas marcas de calçados e, recentemente, decidiu antecipar para este mês as férias de seus funcionários, previstas para o segundo semestre deste ano.

Casos semelhantes ao da Vulcabrás vem se repetindo em outros estados do Brasil. A situação vem se agravando cada vez mais, e as consequências são imprevisíveis, mesmo com o esforço do governo federal.

Fechar comércio, impedir o trabalhador autônomo de exercer suas atividades diárias para o sustento de suas famílias tem sido, até agora, as únicas medidas implementadas pelos governadores de estados para inibir a proliferação da Covid-19. Medidas extremas, por sinal. 

No fim das contas, quem paga o preço é o pequeno e médio empresário, além dos trabalhadores, grande parte deles desempregados, sem renda, sem perspectivas de vida.

Um absurdo!


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.