POLICIAL

Acusado de matar escrivão de polícia civil em Tauá continua foragido


A Polícia Civil do Estado do Ceará continua a procura de Antônio Josivan Lopes Silva, de 30 anos, principal suspeito de matar com um tiro na nuca o escrivão de polícia civil Aloísio Alves Lima Amorim, de 60 anos, no município de Tauá, na região dos Inhamuns.

O crime ocorreu na madrugada da última sexta-feira (30), por volta das 2h, dentro da Delegacia Regional de Tauá. Antônio Josivan, que havia sido preso por trafico de drogas, mesmo algemado, se apossou da arma do policial e efetuou um disparo, depois fugiu tomando rumo ignorado.

Após sofrer o disparo, o agente de segurança chegou a ser socorrido ainda na delegacia, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

A Polícia divulgou os canais para recebimento de denúncias sobre o caso. O Disque Denúncia, disponível no 181, foi colocado À disposição, assim como o número (88) 98134-6884, da Delegacia Regional de Tauá.

Aloísio Alves Lima Amorim, de 60 anos


 

Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.