Cerca de 3 milhões de cearenses vivem em condições de extrema pobreza


Dados disponíveis no portal do Ministério da Cidadania do Governo Federal mostram que no Ceará 5,1 milhões de pessoas vivem em situação de pobreza e extrema pobreza. São famílias que têm renda de até meio salário mínimo por pessoa ou até 3 salários mínimos de renda mensal total.

Os números da pobreza no Ceará vão mais além e mostram que em 2020, cerca de 3 milhões de cearenses viviam em condições de vulnerabilidade social e recebiam um auxílio de R$ 89 reais do Bolsa Família para complementarem suas rendas.

Segundo dados do Cadastro Único do Governo Federal, no primeiro ano da pandemia a situação de pobreza avançou. No Ceará, o total de famílias registradas no Cadastro Único em outubro do ano passado - 1.891.694 - , foi o maior número desde dezembro de 2014, quando 1.882.907 grupos familiares estavam em condição de baixa renda e miséria.   

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Policial

Facebook