Sindicato das autoescolas do Ceará pedem retorno gradual das atividades


O Sindicato das Autoescolas do Estado do Ceará (Sindcfc’s) deu entrada em pedido à Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag) para retorno gradual das atividades das autoescolas e clínicas médicas credenciadas ao Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran-CE). Uma das propostas é a adoção do limite de 50% no número de funcionários nos estabelecimentos.

O Sindcfcs argumenta que as autoescolas já adotam protocolos de segurança em seus processos como sistema de agendamentos, aulas remotas de curso teórico e “severas restrições” na execução das aulas práticas. Conforme o presidente do Sindcfc’s, Eliardo Martins, são 362 autoescolas no Ceará que geram cerca de 4 mil empregos diretos e “possuem importante papel na sociedade”. 

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Policial

Facebook