CIDADE

Duodécimo: Câmara de Iguatu rejeita proposta para devolução de dinheiro para a prefeitura

Vereador Antonio Baixinho foi o autor da proposta.
A proposta, de autoria do vereador da bancada de situação, Antônio Pereira da Silva (PP), conhecido por Antônio Baixinho, e subscrito pelos demais membros da bancada da situação, foi apresentada ao plenário da Câmara, na semana passada, no entanto foi rejeitada, com voto da maioria da bancada de oposição. De acordo com a proposta, a Câmara deveria devolver parte da sobra do duodécimo para a prefeitura de Iguatu, e esse dinheiro seria utilizado no pagamento do adicional de insalubridade dos servidores municipais.

De acordo com o vereador Antônio Baixinho, em gestões anteriores, parte do duodécimo que sobrava na Câmara de Iguatu era devolvida para os cofres da Prefeitura, que empregava o dinheiro na contrapartida de obras de infraestrutura urbana. "É justa a devolução. Inclusive, quando o prefeito Aderilo era vereador, ele chegou a devolver por ano uma média de R$ 600 mil aos cofres da prefeitura", disse.

De acordo com o parlamentar, a proposta é extremamente justa, pois vai beneficiar os servidores públicos municipais, que atualmente reivindicam melhorias salarias, através da implantação do adicional de insalubridade. "O que eu gostaria de lembrar é que anualmente a Câmara recebe cerca de R$ 4,6 milhões. Se antes sobrava, porque agora não pode ser devolvida uma parte, já que esse dinheiro vai beneficiar diretamente os nossos servidores públicos"?- argumentou.



Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.