CIDADE

Morre aos 61 anos, em Iguatu, o sanfoneiro Jeová Fernandes


A sanfona de Jeová Fernandes silenciou. O músico morreu na manhã deste domingo (10/09), vítima de insuficiência hepática. A doença foi diagnosticada no início deste ano, e lhe obrigou a passar por vários exames, e ir para a fila de espera para um transplante de fígado. Infelizmente, seu estado de saúde se agravou nos últimos dias.

Músico autodidata, Jeová Fernandes tocava músicas de Luiz Gonzaga, Dominguinhos e outros artistas importantes. Era praticamente cego de nascença. Deixou de enxergar o mundo aos 7 anos de idade. 

Chegou à cidade de Iguatu no final dos anos 1970, e aqui se estabeleceu. Era um músico aplicado. Exigente na arte de tocar a sanfona. Na época, tocava em cima de mesas e palcos improvisados, pois praticamente não existiam equipamentos para amplificar o som. 

Por muitos anos animou festas em Iguatu e região, sempre com o mesmo bom humor. Nunca maltratou ninguém. Seu dom de tocar sanfona se espalhou pelo sertão afora. Chegou a formar a banda "Os Brasas do Forró", depois por razões autorais, mudou o nome para "Sol no Gelo".

Jeová Fernandes deixa um legado na cultura de Iguatu. Nasceu para divertir as pessoas através da música.




Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.