REGIONAL

Após atentado, Estado decide fornecer armas de fogo para agentes penitenciários


Um total de 2.160 agentes penitenciários cearenses vai receber armas de fogo para sua proteção individual. A decisão foi tomada nesta terça-feira (19) pelas autoridades após o grave atentado ocorrido no último fim de semana, quando criminosos usando fuzis e submetralhadoras tentaram contra a vida da ex-titular da Coordenadoria do Sistema Penitenciário (Cosipe), Socorro Matias, e seu esposo, também agente penitenciário.

Uma reunião foi realizada na tarde de terça-feira entre a secretária da Justiça e da Cidadania, procuradora de Justiça, Socorro França, e representantes da categoria, através do Sindicato dos Agentes e Servidores do Sistema Penitenciário do Ceará (Sindasp).

Os 2.160 agentes penitenciários receberão pistolas automáticas que foram adquiridas pelo estado através do Fundo Penitenciário. Eles deverão passar por treinamento para o uso do equipamento.

Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.