NACIONAL

Governo Federal diz que vai prorrogar auxílio emergencial por mais dois meses


O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta terça-feira (9), durante reunião interministerial no Palácio do Planalto,  que o governo vai prorrogar por dois meses o pagamento do auxílio emergencial. O ministro, porém, não informou se as parcelas continuarão com os mesmos valores ou se serão reduzidas.

Guedes disse também que o país iniciará "aterrissagem" da crise pelo coronavírus com unificação de vários programas sociais e lançamento do Renda Brasil.

Após a reunião, o presidente Bolsonaro disse que aceita aumentar o valor do benefício emergencial se deputados e senadores reduzirem seus próprios salários. De acordo o chefe do executivo, se o Congresso quiser que as duas parcelas extra sejam de R$ 600, os parlamentares terão que indicar a fonte de custeio.

O presidente ressaltou que o pagamento de cada parcela do auxílio custa cerca de R$ 40 bilhões. "Não tem possibilidade da nossa dívida continuar crescendo dessa maneira", disse Bolsonaro.


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.