NACIONAL

Centro de Controle de Doenças dos EUA alerta sobre teste rápido de Covid-19

Estudo feito pelo Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos revelou que quase metade dos testes sorológicos analisados no país podem dar um resultado falso-positivo, ou seja, indicar que a pessoa tem anticorpos da doença quando, na verdade, não tem.

O órgão diz que os testes sorológicos têm um papel importante para entender a propagação do vírus numa população e identificar grupos com maior risco de infecção, mas alerta que o resultado desses testes de imunidade não devem ser usados para determinar, por exemplo, se alguém pode voltar ao trabalho e nem para agrupar pessoas em escolas, alojamentos ou presídios.

Para o professor da Faculdade de Medicina da USP, Paulo Lotufo, o que está todo mundo querendo e falando é o que se fala de passaporte imunitário. Eu faço aquilo, dá positivo, eu praticamente coloco um crachá na minha frente que eu estou livre para poder andar por todos os lugares sem nenhum tipo de precaução. Segundo o médico, isso é um equívoco.

A Organização Mundial da Saúde não recomenda o uso de testes sorológicos para o diagnóstico da doença e aconselha os países a aumentarem a testagem usando os exames do tipo RT-PCR ou teste genético, que detecta a presença do próprio vírus no organismo.

Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.