CIDADE

Ministério Público pede condenação do prefeito Ednaldo Lavor por usar ações da pandemia para promoção pessoal


O Ministério Público do Estado do Ceará, por meio da 5ª Promotoria de Justiça da Comarca de Iguatu, entrou com Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa contra o prefeito de Iguatu, Ednaldo Lavor.

De acordo com a ação, ajuizada pelo promotor de Justiça Fábio Vinicius Ottoni Ferreira, o gestor, aproveitando-se do momento atípico em que vivemos, por conta da pandemia, faz uso promocional de sua imagem como gestor público municipal tanto nos seus perfis pessoais como nos da Prefeitura de Iguatu, sempre vinculando sua imagem às obras realizadas pela prefeitura, programas sociais, benefícios concedidos à população mais carente, distribuição de valores e alimentos doados à gestão por meio de empresas, em razão da pandemia do novo coronavírus.

Além do afastamento do prefeito, o Ministério Público solicitou a indisponibilidade dos bens do gestor até o valor de R$ 1.200.000,00, e que o prefeito se abstenha de publicar nas redes sociais e sites do município, ações governamentais que caracterizem promoção pessoal, sob pena de multa de R$ 5.000,00 por publicação.


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.