POLICIAL

Soldado da Polícia Militar do Ceará é demitido por participar de motim


A Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública decidiu demitir o soldado da Polícia Militar Adriano Cavalcante Gomes. O militar, segundo o Diário Oficial do Estado, publicado nesta quarta-feira (13), o militar participou do motim protagonizado no estado, em 2020.

Outros três policiais também já foram punidos pelo mesmo motivo, todos com expulsão.

Conforme relatório aprovado pela Comissão Processante, o acusado descumpriu as determinações do Comando Geral à época. Adriano não se apresentou ao serviço durante um período de fevereiro do ano passado, apresentou atestado médico, mas foi visto em frente À Assembleia Legislativa integrando o movimento grevista.

No processo administrativo, o militar apresentou defesa. Disse que teria parado em frente ao prédio da Assembleia aguardando um ônibus para chegar à faculdade. A comissão não acatou a defesa do acusado e, por conta disso, pediu a sua punição que resultou na expulsão do PM dos quadros da Polícia Militar do Ceará.

 

Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.